JOGOS DA FERROVIÁRIA DE ARARAQUARA/SP.




EFA/AFE.
Há 67 anos, um grupo de engenheiros e demais servidores da Estrada de Ferro Araraquara(EFA) reuniu-se no salão de festas do Clube 22 de Agosto. O encontro havia sido articulado pelo engenheiro Antonio Tavares Pereira Lima. Era sua intenção fundar um clube esportivo de empregados da EFA. Esclareceu a todos as linhas gerais do seu plano, com o propósito de conseguir os recursos necessários à manutenção da entidade. À Pereira Lima se deve a fundação do clube e o nome "ASSOCIAÇÃO FERROVIÁRIA DE ESPORTES"(O seu distintivo ficou sendo o mesmo da EFA, porém com as letras ao contrário: AFE). Ele desejava para a AFE as mesmas cores utilizadas pela seleção carioca de futebol "azul guanabara" e branco. Foi uma confusão danada, já que Pereira Lima encontrou reação à sua idéia.
Por isso, venceu a combinação grená e branco, idêntica à do Clube Atlético Juventus, o já conhecido "Moleque Travesso" da rua Javari. Talvez por isso, quando mais tarde fundou a Associação Desportiva Araraquara(ADA), Pereira Lima não abriu mão das suas cores preferidas.
Na mesma reunião que decidiu a cor da camisa, foi aclamada também a Diretoria provisória da Ferroviária, assim constituída: Presidente, Antonio Tavares Pereira Lima; Vice, Hermínio Amorim Júnior; Primeiro Secretário, Jacob Martins; Segundo Secretário, Ciro Campos; Primeiro Tesoureiro, Augusto Campos e Segundo Tesoureiro, Lázaro Ferreira de Almeida Júnior.
Não houve perda de tempo. Obtida a área de terreno, foi iniciada a construção do estádio de futebol, que mais tarde levaria o nome de "Dr. Adhemar Pereira de Barros", em homenagem ao conhecido político. Hoje, o estádio é do Município e popularizou-se chamá-lo de "Arena da Fonte Luminosa", mas alguns radialistas ainda dizem, quando estão transmitindo jogos em Araraquara: "Estamos falando do estádio Dr. Adhemar Pereira de Barros..."
Foi constituída uma comissão encarregada de angariar fundos, integrada por Abel de Almeida Magalhães, Francisco Eugênio de Campos Júnior, Orlando Drumont Murgel, Jader Lessa Cesar, Amador Galucci, Frederico Meller, Orlando Mantezi, Azor Garcia dos Santos, Dorival Carvalho e Antonio de Barros Serra. Dez cruzeiros seria a quantia a ser paga pelo associado, a partir de junho de 1950.

 


ferroviaria@globo.com


DOWNLOAD ESPECIAL E EXCLUSIVO DA VINHETA DA FERROVIÁRIA(ATENÇÃO, SEJA PERSISTENTE, JÁ QUE MUITAS VEZES, O SERVIDOR ESTÁ OCUPADO! CLIQUE EM CIMA DA FIGURA DA CAIXA ACÚSTICA COM O BOTÃO DIREITO DO MOUSE E "SALVAR LINK COMO...").
__________________________________________________________________________


Consideração inicial: Este site está sendo construído, graças ao Sr. Antonio Jorge Moreira(AJM), dono deste magnífico trabalho, que tem como intuito, divulgar todas as fichas técnicas(completas ou não) dos jogos dos times profissionais da Ferroviária de Araraquara/SP., desde o seu nascimento.

Para o seu 1º Campeonato oficial, que foi o Campeonato Paulista da 2ª Divisão de 1951, a Ferroviária contava no seu elenco, com os seguintes jogadores(em ordem alfabética): Aléssio, Baltazar, Basso, Espanador, Fescina, Fordinho, Gonçalves, Guardinha, Julião(goleiro), Marinho, Milton Viana, Ministro, Pádua, Pierri(ex-América), Pimentel, Rebolo, Rudge(ex-Uchôa), Sandro(goleiro, ex-Rio Pardo), Sarvas(ex-Linense), Tino(goleiro) e Tonhé.
Em 08/05/1951, a Ferroviária contava com 1098 sócios.

No ano de 1953, a Federação Paulista de Futebol(FPF) tomou uma decisão de fazer cumprir uma antiga determinação existente, porém esquecida, de que, para poder disputar o Campeonato de Acesso, todo clube deveria ter, no mínimo, 10 anos de filiação. A Ferroviária não podia preencher este requisito, porquanto fora fundada em 1950. A salvação veio através da Diretoria do Americano Futebol Clube, da cidade de Américo Brasiliense/SP., que era filiado à FPF desde 1943. A receptividade à proposta de fusão manifestada em plena concordância, veio revelar o alto espírito de compreensão e esportividade dos Dirigentes e associados do clube da vizinha localidade.(Informação retirada do livro "Fonte Luminosa", de Luís Marcelo Inaco Cirino).
__________________________________________________________________________


__________________________________________________________________________

Copyright 2002/2017 - Site desenvolvido pelo webmaster: Fábio José Lourenço.
Em memória de João(pai) - † 07/05/2000, Mara(irmã) - † 12/11/2010 e
Zá(irmã) - † 20/12/2010.
Todos os direitos reservados - Desde 19/03/2002(15 anos).
É proibida a reprodução e/ou redistribuição do conteúdo desta página em qualquer
meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do
webmaster.
__________________________________________________________________________
contador free Total de visitante(s) on-line: page counter
Flag Counter